Pages

sexta-feira, 12 de abril de 2013

Se os diplomatas do Brasil honrassem, quando eleitos, a imagem de integridade transmitida durante as eleições e produzissem políticas em prol das camadas mais baixas da sociedade, a desigualdade no país não seria tão acentuada.
No entanto, estes priorizam os interesses próprios. Muitas vezes mentindo e vendendo uma falsa imagem da situação financeira do país – que é satisfatória e seria eficaz em atender às necessidades da população caso fosse bem administrada.  

Nenhum comentário:

Postar um comentário