Pages

domingo, 17 de fevereiro de 2013


Todos podiam ver que ela era feliz. Ela sorria para as pessoas que passavam por ela na rua, gargalhava diante uma piada ou história engraçada. Estava sempre com o semblante iluminado por um sorriso de dentes bem cuidados. Era bem sucedida na vida profissional. Os que a viam diariamente no trabalho ou na faculdade diziam: essa é uma mulher feliz...
Como estavam enganados!
Mal sabiam eles que ela seguia o conselho de uma frase que lera na adolescência: “sorrir é a única forma de fingir que os problemas não existem”. Não tinham como saber que todas as noites ela chorava...
Chorava por um amor que teve e perdeu por causa de algumas escolhas que fez. Ela não era feliz, não, não era! Mas ninguém precisava saber disso!

Um comentário:

  1. Ou, flor! Isso está acontecendo com você? Comigo já aconteceu também. Cometi alguns erros e perdi o homem incrível (meu ex-marido). A gente acha que nunca vai se recuperar. Mas passa! Melhora! Demora, dói e não cura totalmente, mas o tempo resolve. Força flor! Beijo.

    ResponderExcluir